€15,00   Papel

Reminiscências De Olvído

Sinopse

Reminiscências de Olvido foram escritas para dar a conhecer aos vindouros o que, nos anos trinta, quarenta e cinquenta do século XX, era a vida pelas aldeiras de Trás-os-Montes e Alto Douro; a utilidade dos animais domésticos nos trabalhos da lavoura, pois não havia máquinas motorizadas, cujos utensílios de trabalho, além da charrua, eram os do tempo de Jesus.

Olvido, aqui, é o autor desta obra e Reminiscências são os dezassete episódios que constituem o livro.

Reminiscências denunciam as promessas feitas e não cumpridas pelo politiquismo soez, baixo e sujo, mas que ganha bem, enquanto o Povo, para sobreviver, se obriga a vender a sua força de trabalho ao estrangeiro como escravo.

Olvido, em viagens maravilhosas e movimentadas, mostra paisagens de sonho, inebriantes, desta nossa Pátria pequena, simples,rústica e pastoril, que os antigos nos legaram.Como escreveu o poeta Tomás Ribeiro: Jardim da Europa à beira-mar plantado.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.