€12,00   Papel €3,00   Ebook

Pedaços de Mim, o Poeta e a Vida

Sinopse

Desde muito cedo o poeta despertou para a poesia. Seu pai costumava ler-lhe poemas de António Aleixo. Marcaram-no de tal modo que continuam a ser uma grande influência na sua escrita.

A publicação do seu primeiro livro não podia deixar de assinalar isso. Aqui fica o poema que fez em sua homenagem há algum tempo.

 

HOMENAGEM A ANTÓNIO ALEIXO

 

Dos populares o maior

Poeta daquele tempo

A rimar foi o melhor

Grande era o seu talento

 

Fazia quadras rimadas

Sextilhas, fez muita vez

Décimas bem aprumadas

E autos também, os fez

 

Homem pequeno e vivaz

Era pobre, sim senhor

Mas competente e capaz

Mesmo não sendo doutor

 

Gostava também de cantar

Alegrava muita gente

Com seu modo de rimar

Ninguém lhe fazia frente

 

Foi fonte de inspiração

Para mim, quando era novo

Meu poeta de eleição

Como eu, filho do povo

 

Morreu o poeta sim

Mas sua poesia ficou

Nunca houve outro assim

Nenhum mais o igualou

 

Ao poeta António Aleixo

Pelo exemplar património

Que deixou em poesia

Esta homenagem, lhe deixo

Deste que é também, António

E os seus versos, aprecia

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.