Renato Macedo Bonatti

No contexto da Vida porque a Vida extra-individual é um processo do qual as vidas singulares participam sempre se perfazendo no compasso dos encontros que procedem por efetuação mútua. Em consonância com essa lei da Vida e das vidas, em um primeiro momento, o autor agencia sua jornada pessoal com questões filosóficas e sociais: aufere de sua vida correlações que tangem à própria Vida, em geral. E então, a posteriori, tenta deixar sua singularidade de lado e falar da Vida e do Mundo, objetivamente, como crítico e filósofo. Uma pretensão, talvez, impossível. Pois os elementos biográficos explícitos ou implícitos na obra – o abandono do pai, os dramas familiares, os internamentos arbitrários nos Hospícios, a sólida formação acadêmica em Filosofia, o fato de ter nascido “índigo”, etc. – tangenciarão o encontro, tantas vezes descomunal, entre Homem e Mundo, Sujeito e Objeto - evidenciando a impossibilidade fática de tais dicotomias. – Nesta obra, através de sua insurreição pessoal filosoficamente qualificada, o filósofo e literato Renato Macedo Bonatti expõe com genialidade seus pontos de vista contundentes acerca de praticamente tudo que interessa no tangente à Vida. Fomentando profunda crise no seio do Humano, o autor abre (mais) uma porta para o pós-Humano... a qual se fecha - de uma vez por todas! - assim que a atravessamos.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.