José Ferreira Abrantes

José Abrantes, nasceu em Santiago de Seia tendo aqui completado o 5º ano do liceu, no colégio Dr. Simões Pereira. Em 1969, concluíu o 7º ano no liceu Normal D. João III em Coimbra. Aqui, assistiu à chamada crise Coimbrã, fortemente influencida pelos acontecimentos de maio de 1968 em França. Matriculou-se no antigo ISCEF, posterior ISE e atual ISEG, em 1970.

Em janeiro de 1971, integrou o curso de Oficiais Milicianos na Escola Prática de Infantaria em Mafra, tendo tirado a especialidade de Operações Especiais/Rangers, no Centro de Instrução de Operacões Especiais em Lamego, onde ficou a dar formação durante o terceiro curso de 1971. Em outubro do mesmo ano, foi mobilizado para prestar uma comissão de serviço em Angola, para onde partiu em janeiro de 1972, depois de ter formado Batalhão em Tomar. Em Angola, prestou serviço, inicialmente em Ambrizete, depois em Nambuangongo e, por fim, em Pereira D’Eça. Foi objeto de louvor público, pela atividade aqui desenvolvida.

Regressou à “Metrópole” em maio de 1974, altura em que ingressou novamente no então ISE, Instituto Superior de Economia, tendo integrado os orgãos de gestão do Instituto, Conselho Diretivo e Comissão Executiva, em 1976 e 1977, ano em que completou a licenciatura em Organização e Gestão de Empresas. Desempenhou funções de Direção numa Empresa Pública em Portugal, tendo desempenhando também, funções de Administrador não executico de uma empresa em Moçambique e desenvolvido diversos trabalhos em Angola.

Em 2016, escreveu “AMOR E GUERRA: DE COIMBRA A NAMBUANGONGO” que, tratando-se de um romance de fição, relata o amor vivido pelo Luís e pela Inês, tendo como pano de fundo a situação politico-social no país e a guerra colonial, referindo episódios por si vividos,  em Angola, durante a guerra.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.