Jorge Santos

 Jorge Santos nasce em Santa Comba Dão, em 1971. Aos três anos muda-se para Braga, cidade que aprende a amar desde cedo. Leitor compulsivo, sente também um grande fascínio pela sétima arte. Começa a escrever aos 13 anos, como uma forma de realizar, no papel, os filmes que assiste na sua imaginação. Durante anos não pára de escrever pequenos contos e inícios de livros que guarda, religiosamente, na gaveta. Em 1995, licencia-se em Engenharia de Sistemas e interrompe a sua produção literária, a qual só  recomeça em 2012, ano em que decide deixar-se levar pela paixão da escrita. Nesse mesmo ano, fica em segundo lugar nos 11.º e 13.º Campeonatos Nacionais de Escrita, organizados por Pedro Chagas Freitas. Também em 2012, é um dos pioneiros da Tertúlia de Escrita “A Velha Escrita”, um evento mensal onde amantes da escrita se juntam para partilhar esse prazer, tido normalmente como um acto solitário. Quem já teve oportunidade de ler o que escreve, elogia a atmosfera de mistério, os finais inesperados e a provocação constante.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.