Isabel Rosete

 Isabel Rosete nasceu a 05/04/1965, em Aveiro, Portugal. Licenciada em Filosofia (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), fez o «Curso de Estudos Superiores Especializados em Administração Escolar» (Instituto Superior de Educação e Trabalho do Porto) e o «Curso de Mestrado em Estética e Filosofia da Arte», naquela Universidade. Encontra-se em Doutoramento em Filosofia Contemporânea (Faculdade de Letras da Universidade do Porto), na mesma área de especialização, com o Projecto de Tese «Topologias da Arte em Martin Heidegger: o Canto da Terra e a Exaltação da Palavra Poética». Escreve para dar Voz audível à sua Alma-Corpo, quiçá a Voz de muitos outros, imersa nas teias do Pensar-Sentir, da Razão-Emoção, em nome da transparência de cada palavra, da lucidez minuciosa de cada sílaba, da singela pureza de cada vogal, da sinceridade de cada consoante, em nome do Verbo que liberta e purifica. É autora de várias publicações impressas, livros e antologias, nacionais e internacionais, entre as quais se destacam: - «Vozes do Pensamento: Uma Obra para Espíritos Críticos» (o seu primeiro livro de Poesia), Edições Ecopy, Porto, 2010; - «ENTRE-CORPOS» (o seu segundo livro de Poesia), Edições Ecopy, Porto, 2011; - «Quantos são Mistérios da Escrita» (Poesia), in Vide-Verso, Antologia Poética, Andross Editora, São Paulo, Brasil, 2008; - «”Nas Montanhas do Coração”» (Ensaio literário-filosófico sobre o Poeta Rainer Maria Rilke)», in Roda do Mundo 2008, An- tologia Literária Internacional, Ottoni Editora, São Paulo, Brasil, 2008; - «Como Amo Todos os Desafios»/«Abomino Egocentrismo» (Poesia), in Poiesis, Antologia, Vol. XVII, Editorial Minerva, Lisboa, 2009; - «Advém o Turbilhão dos Sentidos»/«Aqui estamos nós, Homens»/«A Paz não se aquieta mais dentro de mim»/«Duvido que seja eu quem Escreva» (Poesia), in Roteiro(s) da Alma, Conto & Poesia, Editorial Miner- va, Lisboa, 2009; - «O Mar que me trouxe a Paz»/«Os mares tingem-se de Vermelho», (Poesia) in Poiesis, Antologia, Vol. XVIII, Editorial Minerva, Lisboa, 2010; - «Manifesto contra a Cobardia e a Hipocrisia – Para o Enobrecimento dos Espíritos Puros» (Prosa poética), in Poiesis, Antologia, Vol. XIX, Editorial Minerva, Lisboa, 2010; - «Textura Inesquecível»/«Na Ausência de um Desejo» (Poesia), in Folhas, Letras & Outros Ofícios, no 13, Grupo Poético de Aveiro, Aveiro, 2011; - «Memórias de Lisboa (1984/1991)»/«Voz Calada (A Jorge de Sena)» (Poesia), in Universus, 1a Antologia, Editora Universus, Lisboa, 2012;- «Caminho pelas areias infinitas» (Poesia), in Poética II, A maior Antologia da CPLP, Vol. II, Editorial Minerva, Lisboa, 2013; - «Prefácio: Sobre o Projecto Poiesis – Vol. XVII», in Poiesis, Antologia, Vol. XVIII, Editorial Minerva, Lisboa, 2010; - «Prefácio I», in Alquimias, Antologia – 1989/2010, Ângelo Rodrigues, Editorial Minerva, Lisboa, 2010; - «Impressões - I (Ao Ângelo Rodrigues sobre o seu livro, «Passeio de Deus»), in Alquimias, Antologia – 1989/2010, Ângelo Ro-drigues, Editorial Minerva, Lisboa, 2010; - «Im- pressões - I (Ao Ângelo Rodrigues sobre o seu livro, «Passeio de Deus»), in Alqui- mias, Antologia – 1989/2010, Ângelo Ro- drigues, Editorial Minerva, Lisboa, 2010.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.